Mulher pata


A gravidez dura nove meses, mas parece que passou tão rápido. Ah é, a minha durou cinco meses, deve ser por isso que muitas vezes vejo uma futura mamãe desfilando com sua “pançona” e me da uma saudade!

Bom, se bem que desfilar é uma maneira bem carinhosa de falar sobre o caminhar das gestantes, afinal de contas, todas nós sabemos que no fundo a gente começa a andar como patas no final de gravidez, e isso tem um nome: marcha anserina. Segundo o site http://www.fisionet.com.br/ "O quadril aumenta seu tamanho para ampliar o espaço e abrigar o bebê e a gestante para andar tem que voltar os pés para fora – Marcha Anserina (andar de pata).", por isso grávida não anda, marcha!

Eu era uma pessoa que tinha uma paciência bem curta e me irritava profundamente com pessoas que andavam devagar na rua, no mercado, no shopping, e parecia que elas sempre andavam na minha frente. Um dia, eu e meu namorado estávamos passeando no shopping e eu não consegui seguir mesmo ritmo dele; me irritei porque ele estava saindo correndo na minha frente. Daí ele parou, olhou bem nos meu olhos e disse " sabe aquelas pessoas que andam devagar bem na sua frente e você se irrita?" eu rapidamente e irritadíssima respondi "claro, aquelas múmias que ficam paradas bem na minha frente, odeio", na mesma hora ele responde "então, agora você é uma múmia também!". Que nervo! Mas respirei fundo e reparei mesmo que eu demorava horas para chegar do estacionamento ao cinema no Park Shopping Barigui. Acho que Deus diminui nosso ritmo de caminhar porque sabe que andar com criança é 0 ou 100 km/hora.

Além dessa marcha vergonhosa, as futuras mamães costumam andar com as mãos sobre a barriga, acho que é um instinto de proteção materno que nasce e cresce junto com a barriga. Parece que se a gente coloca a mão sobre a barriga fica tudo bem, ninguém vai esbarrar na gente no shopping, seremos bem tratadas na fila do supermercado e todos sorrirão pra gente na rua.

Outro fenômeno que começou a se tornar comum a partir do sétimo mês era derrubar alguma comida sobre minha barriga. Todos os dias, a comida que estava sobre o garfo sofria uma força gravitacional mais forte que a força da inércia e com isso, minha camiseta sempre saía de casa limpa e voltava suja.

Os meses foram passando e a barriga crescendo. O enxoval já na reta final e o sono começou a ser comprometido. Agora era começar a fazer planos para duas: a gente vai fazer, a gente vai viajar, a gente vai na festa, a gente .....



3 comentários :

  1. Acho muito legal seus comentarios e opinioes e desejo muito sucesso. Que voce continue escrevendo e dando dicas, gostaria de saber se pode escrever sobre como é a sensação da barriga crescer (sempre tive curiosidade). Agradeço se conseguir atender meu pedido.

    ResponderExcluir
  2. Ma é vdd, eu andava mega de vagar. Ficava irritada comigo mesma as mezes, pq sempre chegava atrasada aos lugares!!!rs
    Tb é a mais pura vdd q somos tratadas melhores, toda vez q eu ia atravessar a rua os carros paravam. Rs... Achava super legal, hj em compensação se não ficar esperta e
    Es passan é por cina! Rs

    Bjus...

    ResponderExcluir
  3. Eu sempre me irritei com marchas lentas também. Ainda bem que mesmo no final da gravidez, nao diminui o passo, rsrsrs... minhas amigas até brincavam dizendo que eu ia cair ou algo do genero... :P

    ResponderExcluir

Copyright © 2013 Mamãe de Salto - Layout Personalizado por Giselle Carvalho