Brilhantes

Hoje acordei muito feliz. Depois de um final de semana com muita tosse e uma segunda-feira de febre, Sophia dormiu maravilhosamente bem, e isso significa que mamãe e papai também!

Como papai Amon esta fazendo faculdade em período integral e eu vir de carro trabalhar e deixá-lo num estacionamento fica muito caro, e de ônibus é muito mais arriscado Sophia ficar gripada sempre (moramos em Curitiba e pela manhã é muuuito frio) vovô e vovó estão patrocinando nossas vindas de táxi. Um luxo total. A cada dia é um taxista e uma história. Como Sophia está aprendendo a falar, tudo é motivo para conversa e isso chama a atenção do motorista e o papo começa.

Hoje pegamos um taxista que parecia bem sério e que nem ia querer conversar quando ele olha para trás e me pergunta:

- Qual a idade dela?

- Dois anos.

- E como ela se chama?

- Sophia.

- Eu tenho uma filha de sete anos ... a Eloisa.

Eu confesso que achei que o papo iria acabar por ali, mas daí veio o que eu jamais imaginei ouvir logo cedo.

- Ela nasceu de cinco meses. O organismo da minha mulher rejeitou o feto e abortou a Eloisa. Mas o aborto virou um parto e minha filha nasceu com 700 gramas.

Parei. Em segundos pensei como assim ele tem uma filha de sete anos que nasceu com cinco meses? E ele todo orgulhoso querendo me contar da Eloisa que as avós queriam que se chamasse Vitória, mas era a Eloisa e que ela era super grudada com o pai e que daqui a pouco eu iria notar que Sophia ficaria bem amiga do papai porque todas as meninas são assim e blá blá blá.

Sophia tossiu e ele ainda disse:

- Sua filha faz natação?

- Sim.

- Minha filha faz e com ela melhorou muito as crises de asma dela e há tempos ela não te crise. Nunca tire a Sophia da natação, você vai notar que ela vai ter menos gripe.

Eu só ouvia. Sem acreditar na felicidade daquele pai me contando sobre a Eloisa. Daí eu precisei perguntar (as aulas de jornalismo me aguçaram mais o meu lado curioso):

- E houve alguma seqüela desse nascimento prematuro?

- Com certeza. A perna esquerda é um centímetro mais curta, mas nem dá para notar, só quando ela corre. Por isso é que ela faz natação, fisioterapia. Mas também tem hidrocefalia, mas não houve a necessidade de colocar nenhuma válvula porque o próprio corpo faz .... (confesso que não entendi o que faz, mas sei que é milagre).

Eu só pude aprender com aquele cara que ele sabe o que é ter dificuldade com filhos e hoje a Eloisa que foi uma vitória é um milagre do Senhor!

Deixei Sophia na escola, conversei com a professora e vim trabalhar (olha a #maternidadereal, não tenho computador em casa, então entre um paciente e outro corro pro computador pesquisar e escrever pro blog) e descobri um blog materno que chamou minha atenção pelo nome O mundo de Sofia, onde a blogueira materna Fabi Coltri relatava num dos seus posts o dia em soube que sua princesa Sofia (quase escrevo com “ph”) havia nascido com lábio leporino [quer saber mais, acessa lábio leporino ] e como foi para ela o dia em que Sofia revendo fotos dela bebê perguntou Nossa, o que é esse bigodinho ali na minha boca?. Hoje princesa Sofia está com 4 anos, linda, perfeita, saudável e mal nota-se a pequena cicatriz deixada pela cirurgia realizada aos três meses de vida. Isso é maternidade real. Isso é vida real.

Como posso não agradecer a Deus pela vida tão difícil que tenho, sendo que muitas mães e pais passaram por coisas que são problemas e nunca viram nisso um empecilho. Com certeza choraram por muitos dias e noites (se os travesseiros falassem) e quantos momentos chegaram a se culpar, condenar e questionar Deus o por quê.

Acredito que quando Deus nos dá a oportunidade de sermos mães e pais (vai que tem algum papai que acessa meu blog), ele nos dá um frutinho e uma gema de diamante. Alguns vêm perfeitos e já são uma verdadeira jóia, outros precisam ser lapidados até serem transformados em brilhantes. Sofia, Sophia, Eloisa e tantos outros frutinhos precisaram ser lapidados, e isso é bom!

Li vários posts sobre a blogagem coletiva maternidade real proposto pela Carol Passuelo Vinhos, viagens e uma vida comum e como ela mesmo disse, não sou a única que passou por dificuldades durante a gestação, no nascimento e da educação. Graças a Deus. Vi que como eu, existem muita mãe que criaram o blog para compartilhar a nova vida, a nova profissão, as novas noites de sono (ou da falta de sono) e que a gente quer mudar. 

É claro que já vi blog de mães e principalmente futuras mães que os tem porque querem mostrar suas fotos do book de gestante, do enxoval caríssimo, do quarto do bebê assinado pela arquiteta famosa, mas isso é a exceção numa regra em que: ser mãe é abdicar por algum tempo de ser você mesma e ser mãe, aquela que cheira leite, cheira sopa; usa pijama ou qualquer outra roupa confortável porque precisa estar em vários cômodos da casa ao mesmo tempo; que lava o cabelo quando pode, não quando quer; que ir ao mercado exige um planejamento de tempo e espaço e ainda arranja tempo para dar um beijo no marido, namorado, namorido, companheiro ou afins antes de dormir!

Queridas mães, obrigada! Sophia, minha princesa, obrigada! Deus, obrigada!

Agora, é só fazer a armação porque meu diamante está quase pronto para ser usado, desfilado e amado. 





OBS... Hoje é dia do beijo!!! Vamos combinar uma coisa: vamos beijar muuuuuuuuuito nossos frutinhos hoje e sempre!??! #ficadica

6 comentários :

  1. Marcella, primeiro obrigada pelo carinho e torcida no post de ontem (passa lá pra ver o desfecho da história!)...
    Adorei seu post! Realmente a gente se depara com pessoas com problemas maiores que os nossos que até nos envergonha com a grandeza que eles tem em superar e resolver, né???
    bjs...

    ResponderExcluir
  2. Franguinha já é um tesouro lapidado.

    TITIA: - COMO FAZ O TIMÃO?
    FRANGUINHA: - BOALLLLLLLLLLLL!!!!!
    TITIA: - COMO FAZ O PALMEIRAS?
    FRANGUINHA: - IATCHIIIIIIIIIIII

    A TITIA ORIENTA MUITO BEM AS ESCOLHAS DA SOPHI!!!!

    ResponderExcluir
  3. É vdd!

    Que Deus nos abençoe cada dia mais pra cuidar, amar e curtir nossos pquenos.

    Minha cunhadinha caçula tbém nasceu de 5 meses, eram gêmeas, só 1 sobreviveu.
    Hj uma moça de 17 anos, lindaaaaaaaaa!!!

    Super beijo

    ResponderExcluir
  4. Amei Marcella,
    É maravilhoso ver milagres como esses não é msm???????
    Vale a pena ser mãe!!!
    A Sophia esta linda de bailaria
    AH! Gostei da dica da natação, a Elô tb tem crises de asma e renite e a pouco tempo passou por uma, vou coloca-la na natação.

    Te add no face, ai vc vê fotinhos da Elô

    Bjossssssss,

    ResponderExcluir
  5. olá também sou mae de uma linda princesinha, ja estou seguindo vc, passa lá no meu blog,vamos trocando figurinhas hehehe
    bjs felicidade

    ResponderExcluir
  6. Caramba, fiquei encantada como taxista vê a vida.
    Ao invés de já ir se lamentando pelo nascimento prematuro foi dizendo: "o aborto virou parto"
    Ou seja, a tristeza virou felicidade. Mesmo passando por todos esses problemas de sequela.
    Admiravel homem.
    Bom fim de semana!
    Beijos!

    ResponderExcluir

Copyright © 2013 Mamãe de Salto - Layout Personalizado por Giselle Carvalho