Carta ao Papai Noel Mon Maternité II

E chegaram mais cartinhas maravilhosas para o Papai Noel Mon Maternité! Uma história mais linda, emocionante e abençoada que a outra, mas uma coisa é certa, a maternidade trouxe muitas experiências novas para essas mamães. A cartinha de hoje não poderia ser diferente ...

Hoje abriremos a carta de uma mamãe que passou por momentos super difíceis, mas via em seu pequeno príncipe a força para sair dessa! Seja bem vinda Janaína, a mãe do lindo Guilherme e que escreve no blog Mãe de Guilherme.

Jana e Gui, sejam bem vindos!!



Papai Noel,

Esse ano de 2011 eu amadureci como pessoa, como mãe. Sempre fui muito levada, confesso, mas depois da chegada do meu pequeno Gui, tudo em mim mudou. Me tornei uma pessoa melhor, acredito eu.

Com o meu filho eu pude conhecer a palavra paciência. É verdade Papai Noel, sempre fui uma pessoa muito impaciente, ansiosa e inquieta, mas o Gui me ensinou a ter paciência, a falar mil vezes a mesma coisa, sem perder a cabeça, sem sair do prumo. O Gui acalmou meu coração muitas vezes em que estive inquieta (coisas de mulher e esposa), ele me ajudou a abrandar a ansiedade. Em tempos de agonia, ficamos juntinhos, abraçadinhos, só nós dois, em casa enquanto o mundo girava lá fora. Ele me fez companhia em dias que me senti só, ele me fez ver que eu não estou mais só no mundo, pq eu tenho ele e ele terá sempre a mim.

Eu me tornei uma mãe leoa, brigona, chorona, bobona e tudo ona. Fui criticada muitas vezes também fui aplaudida mais vezes ainda.

Eu cantei musiquinhas alegres para o Gui enquanto te dava banho e trocava sua fralda, cantei música de laaá da barriga (Como é grande o meu amor por você) pra acalmá-lo enquanto chorava, rebolei e dancei enquanto cozinhava a sua papinha e tudo isso me deixava imensamente animada!

Me senti diferente ao falar do meu filho em lugares em que ele não esteve presente e a voz por alguns momentos embargou e não consegui dormir ainda um diazinho sequer longe dele.

Sinto como se ele fosse uma extensão da minha alma, como se ele fosse parte de mim. Espero Papai Noel, que no ano de 2012 eu tenha muita saúde pra cuidar do meu presentinho, espero que eu consiga ser a melhor mãe que eu puder, a melhor mãe que o Gui possa precisar. Espero que ele seja pra sempre o meu melhor presente!

Eu fui uma boa mãezinha Papai Noel?

Janaína e seu pequeno príncipe Guilherme!




Não é delicioso poder compartilhar as bênçãos da maternidade?! Coisa mais deliciosa!

Espero que estejam gostando tanto quando eu, pois está sendo um prazer inenarrável poder ter essas mamães maravilhosas ensinando a “arte” da maternidade.

E amanhã, claro que tem mais!!
                                                                                                  

6 comentários :

  1. Com certeza quando somos mães treinamos muito nossa paciência.... :)

    Linda cartinha!!!

    Beijos
    Carol

    ResponderExcluir
  2. qro publicar tbm como faço?
    meu email
    gaby-kemilly@hotmail.com

    ResponderExcluir
  3. Bom nos encontar nas histórias das outras mães leõas! Mãe é tudo igual? Ainda bem!!! Parabéns pela história e pela idéia do blog. Abraços. Andrea e Lara. http://coisas-da-lara.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oii Marcella,

    Amo seu blog é muito legal, bonito e informativo!! Ah e como faço para participar .. mandar minha cartinha? meu e-mail queridobb@gmail.com

    Sou nova na blogesfera e vi o seu blog no Cmpb já sou sua seguidora!!

    Nos visite tbm e se gostar fisue e nos siga espero vc queridobb.blogspot.com

    Bjs

    Jessica

    ResponderExcluir
  5. É incrível como nos tornamos pessoas muito melhores depois do nascimento dos filhos..
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  6. ameiiIIIIIIIIIIII!!!
    lINDO, ADOREI A HOMENAGEM!!!

    BJO JANA

    ResponderExcluir

Copyright © 2013 Mamãe de Salto - Layout Personalizado por Giselle Carvalho