Eu tive um bebê!

Pois é, eu precisei criar coragem para vir publicamente dizer que um dia eu tive um bebê! Foi há muito tempo, eu mal posso acreditar nisso, até hoje parece que foi um sonho, uma coisa irreal! 

 Eu era muito nova, bem irresponsável e sabia que não estava pronta para assumir aquela responsabilidade, de criar, cuidar, educar, formar uma vida! Sabe quando você vê aquilo e não consegue, nem quer, acreditar?!? Pois é, essa era eu quando descobri que estava grávida! 

Como contar para o namorado, sim, eu estava apenas namorando!?!? Como enfrentar meus pais, sim, eu morava com eles?!!? Como contar a novidade para as amigas?!? Como sair, passear no shopping e encontrar conhecidos com aquela barriga?!? AI MEU DEUS, o que parecia um sonho começou a se tornar um pesadelo! 

UFA ... ainda bem que isso foi ou sonho, daqueles bem distantes né, porque hoje eu só tenho uma linda menininha, mocinha, quase uma criança que brinca sozinha no quarto, se alimenta sem nenhum tipo de ajuda, vai ao banheiro, tira a calça e a calcinha, faz tudo o que precisa e grita "Mamãe, já terminei"! 

Minha princesa já vai para a escola, tem lição de casa e fala inglês; minha mocinha já tira sua roupa sozinha, coloca no cesto de roupa suja e faz massagem no cabelo e lava seu corpinho com sabonete; minha filha que sabe a ordem dos desenhos que passam no seu canal de televisão favorito, inclusive os números que são precisos apertar no controle remoto para chegar a esse canal! 

Mas, aonde eu estive todo esse tempo em que ela saiu do estágio bebê e entrou no criança que eu mal pude aproveitar?!? 

Pois é ... eu não tenho mais bebê em casa, até porque, segundo minha filha, os bebês usam fralda e chupam chupeta coisa que ela só fazia quando ela eu bebê beeeem pequenino, nem andava, falava e só chorava! 

Tudo mudou há alguns dias, quando Sophia pediu para ir ao banheiro e eu estava parando tudo o que estava fazendo para leva-la e ela me fala bem firme: “Mamãe, deixa que eu sei ir sozinha tá?!”, claro que eu deixei, mas avisei “Quando terminar chama a mamãe, tudo bem?!?”, um balançar de cima para baixo com a cabecinha afirmava que havia entendi a orientação. Segundos ou um minuto depois ouvi “Mamãe, vem, eu terminei!" ... estava lá, sentadinha no vaso, perninhas balançando felizes como se entendesse o grande passo que aquele ato havia significado! 

Claro que quando a gente dá a mão, eles querem os pés! Ontem ela apenas comunicou que estava indo ao banheiro e, mais uma vez, eu relembrei “Avisa quando terminar”! Os segundos e alguns poucos minutos passaram e nada da gritaria, quando papai foi correndo ver o que tinha acontecido, lá estava a mocinha no quarto, com sua calcinha e calça no lugar correto! Será que ela ainda não foi?! “Filha você foi no banheiro?!?”; “Fui papai!”; “É que você não chamou a mamãe ou o papai!”; “Eu usei o papel higiênico sozinha papai, tá tudo bem, eu consegui!" .... Depois dessa ... encerro meu post certa de que eu tive, há muuuuito tempo, um bebê!


Com um dia ....
... e com quinze mil trezentos e trinta dias depois! 

21 comentários :

  1. Hiper, mega amei sua postageme fiquei me imaginando na sua situação daqui a alguns anos, Shopia linda como sempre e a cada dia supreendendo a mamãe e o papai essas crianças são realmente inteligentissimas.
    Que Deus continue abençoando ainda mais a sua familia. ♥

    ResponderExcluir
  2. Má!
    Depois dessa realmente voce não tem mais bebe em casa!
    Uma moçinha, muito linda por sinal sua cara, como é ter filho parecido com a gente? hehe
    Guria esses dias depois que entrei no carro que fui me tocar que era voce na frente da escola! Super distraída e míope da nisso!
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Carolina Damasceno27 de agosto de 2012 15:27

    Estamos nostálgicas, né Má... E como esses bebês crescem rápido... Tem horas que me pergunto se algum dia eu tive um bebê, ou se ela já nasceu grande....

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Ai meu deus como eles crescem, linda, fofa, charmosa ;)

    beijocas

    ResponderExcluir
  5. Que delicia, não vejo a hora de ter o meu, estou planejando parar de toma o remédio ara engravidar, deve ser a melhor coisa do mundo. Deus abençoe bjs...

    ResponderExcluir
  6. Ai que lindo, o tempo judia e passa rápido demais, né?
    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Tatiane Rosa Domingues27 de agosto de 2012 21:30

    que lindo texto! Por isso tentamos curtir muito, não é? Passa voando. Beijos
    http://amigosdefraldas.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. aaaaaaaaah, que dá saudadeee dáa né
    ?
    rsrs
    mas todas as fases tem seu fascínio née?
    bjos
    perolasdealanis.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. É verdade ... cada fase é única e sempre maravilhosa!

    Beijos, Má

    ResponderExcluir
  10. Obrigada!

    Passa muito rápido mesmo ... a gente tem que aproveitar cada segundinho!

    Beijos, Má

    ResponderExcluir
  11. Nem fale, sinto saudades do bebê que dependia 100% de mim, embora naquele momento desejasse que ele crescesse muito rápido! Hahaha

    Beijos, Má

    ResponderExcluir
  12. Mas tem que planejar e já ir para as tentativas ... posso garantir que é único ser mãe!

    Fica com Deus também =)

    Beijos, Má

    ResponderExcluir
  13. Obrigada ... assim eu me emociono!

    Cresce muito rápido! Aproveita cada minutinho enquanto é pequenino, daqui a pouco cresce e já nem quer mais tanto colo, beijo, carinho ....

    Beijos, Má

    ResponderExcluir
  14. Ai Carol, nem fale! Imagino você, com as emoções afloradas!

    Eu tô louca para começar tudo isso mais uma vez ... será?!!?

    Beijos, Má

    ResponderExcluir
  15. Ihhh ... quantas vezes que olho e espero por um OI e NADA ... só vejo um mulherão loiro de salto altíssimo e finíssimo deixando o príncipe e dirigindo seu carro vermelho ... super tua cara!!!

    Sophia tá uma moça amiga ... nem quer mais colo! Buáááá

    Beijos, Má

    ResponderExcluir
  16. Obrigada pelas palavras de carinho amiga! Eles só surpreendem e alegram nossos corações né!?!?

    Beijos, Má

    ResponderExcluir
  17. Ah, estamos tendo os mesmos pensamentos!
    A minha está com 4 anos e meio, e que mocinha! Realmente, o tempo passa muito rápido, e dá saudade daquele bebezinho que a gente podia proteger no colo né?
    Mas cada fase é deliciosa, mesmo que elas estejam se tornando independentes, isso é motivo de orgulho pra gente!
    Eu sinto que quanto mais o tempo passa, mais o amor por minha filha aumenta. Não é assim mesmo?
    Sua gatinha é linda!
    Beijos!
    Alessandra


    ouvindoamusicaaolonge.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. me sinto nessa mma situação, o Gui completou semana passada 3 anos, passou muito rápido, parece q num piscar de olhos eles se transformam de bebê para crianças maiores, independentes ...
    Beijos Mi Gobbato
    http://espacodasmamaes.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  19. ai Maá.....que lindo.....logo logo eu vou estar escrevendo do Theo mocinho.....bjus

    ResponderExcluir
  20. nossa Marcella é impressionante como o baby some de casa assim né?! Eu já estou vendo a Sophia de cá largando as fraldas mas ainda andando de chupeta e agarrada ao lençol de estimação... Mas as vezes creio que por não ter os pais casados, por ter que passar o dia com o pai fora... ela ainda tenha alguma insegurança e precise dessas "muletas" emocionais. Sorte aí e parabéns pela mocinha! Tá cada dia mais linda! bjosss da Dani e da Sophia de cá

    ResponderExcluir

Copyright © 2013 Mamãe de Salto - Layout Personalizado por Giselle Carvalho