Aos 45 do primeiro tempo!

Quando eu consigo parar e olhar para os rumos da minha vida, é aí que eu vejo como o tempo tem passado rápido demais e eu não tenho aproveitado as bênçãos de Deus tem me dado.

Sabe quando você consegue tomar aquele banho sozinha E demorado!? Fiz isso dias atrás e um filme passou pela minha cabeça, com início no dia que descobri que estava grávida até aquele momento, aonde eu já conseguia tomar banho sozinha, bem demorado porque meu marido estava trabalhando e minha filha na casa dos avós por livre vontade. Não me lembrava a última vez que tinha aquele momento de solidão com prazer, com vontade.

O primeiro encontro ....
Há alguns dias, conversando com uma amiga irmã, ainda solteira e sem filhos, ela estava me falando da importância de ler textos sobre essa tal maternidade real, daquelas que poucas pessoas sabem e menos ainda tem coragem de falar! Ainda existe um certo “pecado” quando compartilhamos para um conhecido que está cansada de cuidar do filho. Demorei algum tempo para conseguir dizer sem medo que estava com vontade de dormir e acordar somente quando o sono terminar.

... todos os dias por quarenta e cinco meses!
Eu precisei racionalizar os sentimentos muito rápido. Eu não tive tempo de curtir os momentos, as fases, o desenvolvimento ... tenho certeza que esse foi um dos motivos que me anulei como mulher e me tornei a babá, aquela que apenas cuida da criança, mas não tem voz ativa para dizer ISSO SIM ou ISSO NÃO. Eu não conseguia ir ao shopping, por exemplo e ver uma roupa para mim sem pensar: eu preciso ou minha filha e marido precisam “mais” do que eu?!? Conclusão, cheguei a ter apenas uma calça e cinco blusas!

Hoje posso vir aqui, no meu espaço, no meu mundo para dizer, gritar, correr e celebrar que SOU A MELHOR, MAIS FELIZ E MAIS LINDA MAMÃE DO MUNDO!!! Sim, eu sou essa mulher, confiante e feliz, que comemora hoje os quarenta e cinco meses de vida da minha filha, feliz de ter descoberto essa felicidade aos quarenta e cinco minutos do primeiro tempo, tendo todo um novo período para curtir minha vida, minha filha, minha família!


6 comentários :

  1. parabéns! Eu descobri essa felicidade assim que percebi que minha casa não precisa estar perfeitamente limpa e organizada em todos os momentos! isso foi um alívio

    ResponderExcluir
  2. Desirée Lima Tapajós10 de novembro de 2012 21:47

    Nossa estava pensando justamente essa semana sobre a maternidade real x materniade romântica , até fiz um post com título "Desabafo".

    Já apreendi a delegar muitas coisas, para poder meu tempo com meu MAR ser um tempo de qualidade, mas ainda tenho muito que apreender com esta viajem maravilhosa que é maternidade.

    Desirée Tapajós
    http://astrigemeasdemanaus.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Tem selinho p/vc lá no blog:
    http://euebebemocinha.blogspot.com.br/2012/11/nosso-1-selinho.html
    bjos

    ResponderExcluir
  4. Tem um selinho pra vc!!!

    http://presentedeanita.blogspot.com.br/2012/11/meu-1-meme.html

    ResponderExcluir
  5. Oi Marcella, também tive este mesmo pensamento estes dias e até virou a postagem do pequenas felicidades da semana passada.
    O tempo não passa, ele voa! Adoro ler suas histórias.
    Obrigada por compartilhar.
    Bjs Mari
    www.meumundomeinspira.com

    ResponderExcluir
  6. Marcella! Não é fácil ser mãe. Porém, é a experiência que mais nos tranforma para melhor. Adorei a lucidez do post. Beijos!

    ResponderExcluir

Copyright © 2013 Mamãe de Salto - Layout Personalizado por Giselle Carvalho